Prevenção de cálculos renais e restrição protéica




O senso comum e algumas modestas evidências afirmam que a redução no consumo de proteínas é importante para evitar efeitos negativos no pH, cálcio e ácido úrico urinários. Em contrapartida, importantes ensaios clínicos mostram o OPOSTO disso!!! 🤔⠀

Um Ensaio Clínico Randomizado testou dois grupos distintos de pessoas que apresentaram cálculos de oxalato de cálcio pela primeira vez. O grupo experimental foi submetido a uma dieta restrita em proteína animal e rica em fibras (60g de proteínas; 75mg de purina; suplemento de farinha de trigo; frutas e vegetais), enquanto grupo controle foi orientado apenas a manter uma maior ingesta hídrica. Ambos foram acompanhados durante 4 anos. ⠀

O grupo de baixa proteína apresentou uma taxa de recorrência 20% maior em termos absolutos. Assim, quem comeu MENOS proteína, teve MAIS cálculos renais.⠀

Outra pesquisa, nesse caso com três grupos: baixa proteína (13% da dieta), alta fibra (125g/dia) e sem dieta específica, não mostrou nenhuma melhora na frequência de recorrência da litíase renal entre os participantes. Assim, conclui-se, também, que não há indicação precisa para a redução de proteínas na dieta de formadores de cálculos. ⠀

MAIS TEXTOS