Onde estão os carboidratos?




Dando sequência à nossa série sobre diabetes, fiquei de falar para vocês sobre mudanças na alimentação que combateriam a resistência insulínica, né?


Quais são os alimentos que mais elevam a insulina? Aqueles que aumentam a glicose. Em geral, conhecemos essa classe como os carboidratos, que podem ser simples (monossacarídeos, dissacarídeos) ou complexos.

CARBOIDRATOS SIMPLES:

- Monossacarídeos = apenas uma molécula. São eles: frutose, glicose e galactose.

- Dissacarídeos = uma molécula mais glicose (glicose + glicose = maltose; glicose + galactose = lactose; glicose + frutose = sacarose)

Nomes difíceis? Na verdade, não! Frutose é o açúcar da fruta, do mel, do agave, do suco concentrado de maçã, do iogurte light, do xarope de guaraná, do açaí, dos sucos mais doces (naturais ou industrializados). Lactose é o açúcar do leite (em 250ml de leite, tem o equivalente a meia colher de sopa de açúcar). Sacarose é o açúcar de mesa, que você põe no café e que a indústria põe em, literalmente, tudo.


Entre os CARBOIDRATOS COMPLEXOS, o maior representante é o amido, presente em todos os grãos (arroz, trigo, aveia, milho, feijão, lentilha, ervilha, grão de bico) e tubérculos (batata inglesa, batata doce, mandioca, inhame, batata baroa). Temos também a maltodextrina, a grande vilã, utilizada pela indústria do "zero açúcar". Colocam maltodextrina no adoçante culinário, em produtos DIET e em produtos "zero açúcar", porém ela eleva muito a glicemia e deve ser evitada. Os diabéticos precisam aprender a ler rótulos‼


Se você é diabético, coloque um sensor e teste tudo o que você come. Saiba que existem muitos alimentos de baixo amido que são gostosos e nutritivos! É possível emagrecer comendo sempre que tem fome e ainda assim controlar a glicose.


Não é uma dieta que resolve, e sim uma mudança no estilo de vida. Diabetes não tem cura, mas tem remissão! Mas que estilo de vida que ajuda? Chama-se LOW CARB, assunto da próxima coluna!

MAIS TEXTOS