O impacto da cirurgia bariátrica na Obesidade




Existem evidências de que a obesidade é capaz de alterar os níveis dos hormônios associados à reprodução e fertilidade nos homens. Essas evidências ainda não são bem estabelecidas e o impacto causado pela cirurgia bariátrica nesses hormônios ainda é alvo de controvérsias.⠀

Diante desse cenário, um grupo formado por pesquisadores da USP, do Hospital Israelita Albert Einstein e da Huntington Medicina Reprodutiva decidiu investigar os efeitos da cirurgia de forma mais sistemática. A metodologia empregada envolveu duas fases:⠀

Um grupo de pacientes com obesidade e pacientes férteis (grupo controle) foram submetidos a uma avaliação hormonal, análise do sêmen e teste para fragmentação do DNA espermático;⠀

Os pacientes obesos foram submetidos à cirurgia bariátrica ou a algum procedimento clínico. Em seguida, eles foram convidados a uma reavaliação após 6 meses.⠀

Ao final de cada uma das fases, foram obtidos os seguintes resultados:⠀

Homens com obesidade possuem níveis altos de estradiol, LH e FSH e baixo nível de testosterona. Além disso, os homens obesos apresentaram uma redução no volume ejaculado e na concentração do esperma, uma queda na qualidade dos espermatozóides, e um aumento na fragmentação do DNA espermático.⠀

Dos 32 pacientes que voltaram para a reavaliação, 18 foram submetidos à cirurgia bariátrica e 14 a nenhum procedimento. O primeiro grupo apresentou dobra na concentração de testosterona e houve uma queda na concentração do esperma e volume ejaculado. Além disso, dois pacientes ficaram azoospérmicos após o tratamento. Por outro lado, a fragmentação diminuiu após o procedimento. Os pacientes do segundo grupo não tiveram mudanças significativas nas variáveis testadas.⠀

Existem formas melhores de perder peso e melhorar a testosterona né, sem prejudicar outras coisas! Concordam? Vocês tentariam algo antes da cirurgia?⠀

MAIS TEXTOS