Mudanças nos desejos alimentícios, preferências e apetite durante a low carb




A definição de “desejos alimentícios” é a vontade intensa de consumir um tipo particular de comida à qual é muito difícil resistir. Esse é um fenômeno comum, com ocorrência de 58 a 97% dos adultos examinados na América do Norte e na Nova Zelândia. Pessoas que experienciam esse tipo de vontade relatam sofrer de 2 a 4 episódios por semana, que acaba, em geral, precipitando comportamento desordenado para se alimentar e o consumo do alimento desejado.⠀


Um recente estudo objetivou avaliar os efeitos de dietas low-carb e low-fat na intensidade e frequência dos desejos, além de averiguar se existem mudanças com relação às preferências por alimentos e o apetite, em geral.⠀

Para o estudo, pacientes adultos obesos foram selecionados aleatoriamente para uma dieta com pouco carboidrato (low carb) ou com pouca gordura (low fat) por dois anos. Desejos por alimentos como doces, comidas gordurosas, fast-food, carboidratos; a preferência por alimentos açucarados ou com muitos carboidratos além do alimentos com pouco carboidratos e muita proteína e o apetite foram medidos durante o estudo.⠀


Os pesquisadores encontraram uma significativa diminuição no desejo por alimentos com carboidratos e preferências por esse tipo de alimento e alimentos açucarados no grupo submetido à dieta low carb em comparação com o grupo submetido à low fat. Além disso, os pacientes que seguiram a low carb reportaram sentir menos fome que o grupo que seguiu a low fat. Notou-se que o apetite variou com o gênero: os homens registraram uma diminuição maior no apetite que as mulheres.⠀


Os pesquisadores concluem que a restrição de certos tipos de alimentos em dietas resulta em desejos menos intensos e na diminuição pela preferência por estes. Portanto, os resultados do estudo podem ser generalizados para pessoas que tentam perder peso no seu ambiente natural. ⠀

MAIS TEXTOS