Jejum intermitente para perda de peso




Como já falamos, um dos principais benefícios do #jejum intermitente é a perda de peso.⠀

No seu auge, o jejum intermitente simplesmente permite que o corpo use sua energia armazenada. Por exemplo, queimando o excesso de gordura corporal.⠀

É importante perceber que isso é normal e que os seres humanos evoluíram para jejuar por períodos mais curtos - horas ou dias - sem consequências prejudiciais à saúde. A gordura corporal é apenas a energia dos alimentos que foi armazenada. Se você não comer, seu corpo simplesmente "comerá" sua própria gordura para obter energia.⠀

A vida é sobre equilíbrio. O mesmo se aplica a comer e jejuar. O jejum, afinal, é simplesmente o outro lado da alimentação. Se você não está comendo, está em jejum. ⠀

Quando comemos, mais energia alimentar é ingerida do que pode ser usada imediatamente. Parte dessa energia deve ser armazenada para uso posterior. A insulina é o principal hormônio envolvido no armazenamento de energia dos alimentos.⠀

O corpo realmente existe apenas em dois estados - o estado de alimentação (insulina alta) e o estado de jejum (insulina baixa). Ou estamos armazenando energia dos alimentos ou queimando a energia armazenada. É um ou outro. Se comer e jejuar forem equilibrados, não haverá mudança de peso líquido.⠀

Se começamos a comer no minuto em que saímos da cama e não paramos até dormirmos, passamos quase todo o tempo no estado alimentado. Com o tempo, podemos ganhar peso, porque não permitimos ao nosso corpo queimar a energia armazenada nos alimentos.⠀

Para restaurar o equilíbrio ou perder peso, podemos simplesmente aumentar o tempo gasto na queima de energia dos alimentos. Esse é o jejum intermitente.⠀

Em essência, o jejum intermitente permite que o corpo use sua energia armazenada. Afinal, é para isso que serve. O importante é entender que não há nada de errado nisso. É assim que nossos corpos são projetados. É isso que cães, gatos, leões e ursos fazem. Isso é o que os humanos fazem.⠀

MAIS TEXTOS