Hipoglicemia pós-prandial e problemas com o diagnóstico




Hipoglicemia pós-prandial é o descritor do momento em que ocorre a hipoglicemia (até 4 horas após uma refeição) e não uma doença propriamente dita. A #hipoglicemiapósprandial é causada por doenças pouco frequentes como síndrome pós-cirurgia #bariátrica, intolerância hereditária à #frutose, insulinoma ou síndrome pancreatogênica hipoglicêmica não-insulinoma e a hipoglicemia reativa que gera tantas dúvidas!!! Mas será que você já ouviu falar em alguma delas? Muita gente não! Por isso diversos pacientes que procuram assistência médica por sintomas que acontecem após a alimentação como ansiedade, fraqueza, tremor, sudorese ou palpitações, na realidade têm diagnósticos bem mais comuns como síndrome pós-prandial, transtornos de ansiedade, síndrome do intestino irritável, intolerâncias alimentares, até mesmo enxaqueca. Ou seja, além de pouco frequente A HIPOGLICEMIA PÓS-PRANDIAL É MUITAS VEZES DIAGNOSTICADA DE FORMA ERRADA.

A maneira correta de se diagnosticar qualquer tipo de hipoglicemia é através da tríade de Whipple. Para que um paciente seja considerado hipoglicêmico deve apresentar três critérios: sintomas compatíveis, dosagem de glicose abaixo de 50 mg/dL no momento dos sintomas em laboratório (não vale teste de ponta de dedo) e melhora dos sintomas quando a glicose volta a subir. Mas nem sempre a glicemia vai abaixo de 50 mg/dL, os pacientes podem apresentar 60 mg/dL, por exemplo, e terem sintomas de hipoglicemia 1 ou 2 horas após ingerirem carboidratos.


Os raros casos de #hipoglicemia pós-prandial deverão receber o tratamento conforme a doença de base. VOCÊS QUEREM UM VÍDEO EXPLICANDO MAIS SOBRE O ASSUNTO? Me deixem saber nos comentários.

Se você tem sintomas após as refeições ou recebeu diagnóstico de hipoglicemia pós-prandial ou reativa, procure um #endocrino de confiança e faça uma revisão!!

MAIS TEXTOS