Hiperinsulinemia, resistência insulínica e câncer




O diabetes tipo 2 é fator de risco para o desenvolvimento de câncer, o que, acredita-se que está relacionado a hiperinsulinemia e resistência à insulina. Porém, ainda é incerto se essa associação diabetes/câncer pode ser potencialidade com a gravidade do diabetes e a presença de obesidade e síndrome metabólica.⠀

Com isso, foi realizado um estudo observacional na Europa que avaliou, durante 15 anos, todas as causas de mortalidade por doença cardiovascular e por câncer. Foram analisados dados de 2011 indivíduos, com média de 50 anos, os quais participaram do “Estudo Cremona”: análise populacional da prevalência de Diabetes Mellitus na Itália, com coleta de dados antropométricos e metabólicos.⠀

Durante os 15 anos de análise, 495 mortes foram registradas, sendo 221 relacionadas com doenças cardiovasculares e 180 com câncer. Com análise multivariada (excluindo a influência das variáveis idade e sexo), foi observado que maior resistência à insulina (calculado pela HOMA-IR), tabagismo e diabetes estavam associados com maior mortalidade. ⠀

Em relação às mortes por doenças cardiovasculares, os principais fatores associados foram: resistência à insulina, hipertensão e quantidade de fibrinogênio sérica. Já em relação às mortes por câncer, resistência à insulina e tabagismo foram as principais associações. Valores mais elevados de insulina no sangue relacionaram se com 62% maior risco de mortalidade por câncer e 161% maior risco de mortalidade por câncer gastrintestinal. Análise multivariada mostrou que a hiperinsulinemia/resistência à insulina aumentam o risco de forma INDEPENDENTE à presença de diabetes, obesidade e síndrome metabólica.⠀

Todas essas análises apresentadas foram estatisticamente significativas. Tais conclusões são muito relevantes epidemiologicamente, pois mostram que a redução da insulina e o controle da resistência desta devem começar a ser consideradas no tratamento do câncer. Ensaios clínicos são essenciais para reforçar, ainda mais, essa hipótese.

MAIS TEXTOS