Eficiência da dieta cetogênica no tratamento de pacientes com enxaqueca




A enxaqueca é uma desordem neurológica complexa de natureza crônica e episódica. A população afetada não apresenta uma resposta satisfatória a tratamentos usando drogas profiláticas (para evitar as crises) e, consequentemente, os sintomas tendem a se apresentar de forma crônica. A enxaqueca refratária é aquela que precisa de 2 ou mais drogas para melhorar o controle das dores e dos episódios e que, mesmo assim, não melhora.⠀

A dieta cetogênica, que é uma restrição do consumo de carboidratos para cerca de 30g/dia tem se apresentado como uma forma eficiente de se tratar essa doença. No estudo que estou trazendo hoje, pesquisadores mostram que o fato de a dieta cetogênica mudar a fonte energética do corpo para os corpos cetônicos pode ser aproveitado pelo sistema nervoso central para combater a enxaqueca.⠀

Para testar essa hipótese, os pesquisadores orientaram 50 pacientes a permanecerem em uma dieta cetogênica por um período de 3 meses, em um total de 6 meses de estudo. Foram observadas as durações dos episódios de enxaqueca, a frequência diária de ocorrência destas, o nível de incômodo em cada episódio medido em uma escala de 1 a 3 e o número de analgésicos tomados por mês.⠀

Ao final do período, o número médio de dias com ocorrência de enxaquecas despencou de 30 para um pouco mais de 7. A duração dos episódios caiu de 24 horas em média para 5 horas e meia e a porcentagem de pacientes que sentiam uma dor de nível 3 caiu de 83% para 55%. Por fim, o número de analgésicos consumidos caiu de 30 doses para 6. Os resultados indicam que a redução desses parâmetros é um forte indicativo inclusive para uma possível melhora na qualidade de vida de pacientes com a doença, embora o estudo não tivesse objetivo de mensurar isso. ⠀

E aí, o que você achou? Conhece alguém com enxaqueca que tenha se beneficiado da dieta cetogênica? Marca aqui a pessoa que você quer ajudar a se livrar dessa doença horrível!⠀

MAIS TEXTOS