Diminuir colesterol LDL não diminui o risco de infarto e doenças cardiovasculares!




Como já discutido aqui, apesar das novas evidências, a redução do LDL ainda é considerada uma importante meta para redução de risco cardiovascular. A terapia com #estatinas tem esse objetivo. No entanto, essa associação ainda apresenta lacunas e não é tão bem explicada.⠀

Recente estudo, publicado na Ásia, avaliou 2352 pacientes em uso de estatinas entre 2005 e 2014. 1/3 desses participantes não apresentaram reduções efetivas do #LDL ( redução menor que 15% dos valores iniciais).⠀

Com isso, a população do estudo foi divida em 2 grupos:⠀

· N= 480 Pacientes com LDL normal, ou seja, com redução efetiva dos valores;⠀

· N= 480 Pacientes com LDL SEM redução efetiva dos valores.⠀

Tais grupos foram avaliados pela incidência em 5 anos de eventos #cardíacos maiores. Antes da análise, os grupos não apresentavam diferenças #cardiovasculares significativas. O grupo de pacientes não responsivos apresentou maior tempo de terapia com as estatinas e com maiores doses.⠀

Como resultado, NÃO HOUVE DIFERENÇA entre o grupo com redução efetiva do LDL e o grupo sem redução efetiva. Os grupos não apresentaram diferenças em desfechos, como mortalidade, morte cardíaca, infarto não fatal, acidente vascular cerebral não-fatal e parada cardiorrespiratória.⠀

De acordo com as diretrizes tradicionais atuais era de se esperar que o grupo com menores valores de LDL teriam menos desfechos negativos, porém NÃO É BEM ASSIM, o que foi comprovado em mais um estudo.⠀

MAIS TEXTOS