Dieta low carb e diabetes




A maioria das pessoas com diagnóstico de diabetes tipo 2 descobre a doença com os níveis de glicemia não tão altos, e a insulina não é necessária no início. Porém, sabe-se que algumas medicações ajudam a reduzir a resistência à insulina e que outras medicações controlam a glicemia no início mas só fazem gerar mais estresse nas células Beta a longo prazo, levando-as à um fim prematuro. DIABETES NÃO TEM CURA (fora o transplante de pâncreas). E como os pacientes não fazem dieta adequada, a população de células beta é reduzida na taxa de 6% ao ano. Assim, ao longo dos anos sem tratamento adequado, o paciente acaba ficando literalmente DEPENDENTE de insulina.


A maioria dos diabéticos faz uso de doses absurdas de insulina, pois é literalmente uma queda de braço entre o médico e o paciente, que ingere mais e mais carboidratos, e engorda cada vez mais. Isso é uma bomba relógio, um círculo vicioso que acaba levando o paciente a mais complicações. A insulina engorda sim. E muito. Por isso é interessante usar O MÍNIMO NECESSÁRIO para um bom controle.


Se, ao diagnóstico, os pacientes fossem realmente orientados a seguir a dieta low carb healthy fat, e fosse explicado a eles o porquê de o diabetes ter tomado conta da vida deles (a genética influencia muito no diabetes tipo 2, mas o estilo de vida é quem determina o aparecimento, a evolução e a gravidade da mesma), talvez fosse uma possibilidade REAL preservar as células Beta que sobraram e, com a perda de peso mais a dieta de baixo teor de carboidratos, esses pacientes nunca precisarem de insulina. Ou aqueles que usam doses cavalares da mesma, poderem reduzir absurdamente a dose, emagrecer e, alguns sortudos que ainda têm células Beta funcionantes, suspender a insulina (como acontece após a cirurgia bariátrica). Mas percebam que as pessoas são diferentes, e por isso faz-se necessário o acompanhamento de um médico com experiência nesse tipo de dieta e com um bom manejo das insulinas. Lembrando que a proposta é mudar de vida, não fazer um "regime" pra caber dentro de um vestido no fim do ano. O diabetes dura muito mais que isso.

MAIS TEXTOS