Diabético, você tem alguma lesão na boca? Então esta informação é importante para você!




Um terço das pessoas que se submetem a procedimentos odontológicos não sabe que tem diabetes. Os dentistas devem ficar muito atentos, pois podem diagnosticar diabetes no consultório. As infecções orais são impulsionadas pela hiperglicemia (glicose alta), diminuição do fluxo salivar e alterações na composição da saliva, que tem um papel muito importante na manutenção da saúde bucal. Entre 10% e 30% dos diabéticos reclamam de boca seca, por exemplo. Esse é um dos sinais de alerta para quem tem diabetes, bem como ardência bucal, alterações no paladar, cáries e infecções oportunistas – bactérias que geralmente não causariam infecções numa pessoa saudável –, como a candidíase bucal (64%). Além disso, o diabético tem maior propensão a abscessos (acúmulo de pus) gengivais e úlceras (feridas na boca). Por isso, esses pacientes devem ter um controle de saúde minucioso.

MAIS TEXTOS