A dieta cetogênica de baixa caloria tem lugar na perda de peso?




Dietas cetogênicas de baixa caloria, do inglês very low calorie ketogenic diet (VLCKD), tem sido propostas como uma opção promissora para se obter uma significativa perda de peso em um curto espaço de tempo.

Ao reduzir açúcares e gorduras, promovem a perda de gorduras armazenadas com rápida perda de peso e, ao manter a ingestão de proteínas, não reduzem a massa muscular. 💪


Atualmente, a VLCKD esta se estabelecendo cada vez mais como um padrão nutricional bem-sucedido para controlar a obesidade, como foi demonstrado em uma revisão sistemática e metanálise publicada em novembro deste ano. Este estudo avaliou a eficácia e segurança da dieta em pacientes com excesso de peso e obesidade e incluiu doze estudos, que associaram a dieta com perdas de peso de 10,0 kg e 15,6 kg em fase cetogênica e pelo menos quatro semanas, respectivamente, sendo a perda estável nos dois anos subsequentes.

Dessa forma, O VLCKD provou ser uma opção confiável para alcançar uma significativa perda de peso em pacientes com sobrepeso e obesidade. Além disso, a dieta foi associada com reduções de IMC, circunferência da cintura, HbA1c, colesterol total, triglicerídeos e pressão arterial, com melhora significativa de comorbidades como hipertensão, dislipidemia, DM2 e doença hepática gordurosa não alcoólica.

As dietas cetogênicas de baixa caloria devem, portanto, ser consideradas como uma intervenção eficaz e devem ser propostas a pacientes selecionados, em complemento a outras estratégias e sob supervisão médica.


O risco é fazer dieta hipocalórica contínua, pois os estudos mostram que não é sustentável a longo prazo, pode prejudicar o metabolismo e os pacientes voltam a ganhar peso. A dica é periodizar. Procure um bom profissional de saúde que te acompanhe nisso! 😉

MAIS TEXTOS